14 de out de 2012

"(...) Algo que Midas Crook pai certa vez escreveu num ensaio, algo que ele havia discutido com Carl em seu desordenado escritório, eram os sinais do tempo em uma pessoa, como roupas. Ele havia escrito a imagem da vida de uma pessoa como a roupa de um dia. Começando com as camadas de vestimenta numa manhã fria, então arrumando-se e saindo de casa para trabalhar. A troca de volta para roupas informais de noite. O despir-se final na hora de dormir. Crook dizia que cada vestimenta era um dos vários personagens que uma pessoa veste durante a vida."
 (A Garota dos Pés de Vidro - Ali Shaw)

Nenhum comentário:

Postar um comentário